**Ementas do minicurso e do curso de imersão parte I e parte II**

II Colóquio Nacional “Capitalismo Dependente na América Latina”

 Vitória/ES – 2, 3 e 4 de novembro de 2017

 

O II Colóquio Nacional “Capitalismo Dependente na América Latina” que ocorrerá na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) entre os dias 2,3 e 4 de novembro está se aproximando!

Por essa razão, divulgamos as ementas com os objetivos propostos de cada dia do curso, nos três dias de programação. As ementas abaixo foram disponibilizadas pelo Professor Doutor Marcelo Carcanholo.

 

02/11/2017 – Minicurso com Marcelo Carcanholo (UFF): Introdução geral à Teoria Marxista da Dependência

Este primeiro tópico objetiva o entendimento da chamada teoria marxista da dependência (TMD). Procura-se apontar a necessidade de categorias mais concretas de análise, tendo o referencial marxista para o entendimento das economias capitalistas, para identificar a especificidade de economias que se inserem de forma subordinada na lógica de acumulação mundial de capital. Nesse sentido, tratar-se-á de identificar a estrutura da TMD, suas principais categorias, sua relação e especificidade com a teoria de Marx sobre o capitalismo, suas diferenças frontais com a perspectiva weberiana de dependência, e o atual resgate crítico que se faz dessa teoria. Se a abordagem clássica da TMD foi desenvolvido nos anos 60 e 70 do século passado, não se pode simplesmente transferir-la para o contexto específico do capitalismo contemporâneo. Sendo assim, a identificação deste último, da ideologia e políticas neoliberais que o caracterizam, bem como as alternativas de desenvolvimento que se lhe contrapõe são temas também a ser tratados.

03/11/2017 – Curso de imersão parte I – Curso com Marcelo Carcanholo (UFF): Crise de acumulação, capital fictício e dependência

O segundo tópico do minicurso tem o objetivo de entender a atual conjuntura que impacta as economias dependentes. Mais especificamente, busca-se explicar e caracterizar a atual crise do capitalismo contemporâneo, bem como as formas pelas quais esse mesmo capitalismo busca sair dessa crise, para entender as possibilidades, contradições e limites das alternativas para as economias dependentes na atual etapa histórica da dependência. Em termos mais específicos, comprova-se porque Marx é um autor necessário, não só para entender as fases de crise, mas também para perceber como a trajetória de acumulação do mercado mundial capitalista apresenta uma trajetória de acumulação cíclica. O argumento é o de que encontraremos as razões da atual crise do capitalismo mundial na forma como ele mesmo respondeu a sua última grande crise estrutural, nos anos 60/70 do século passado, ou seja, na constituição do capitalismo contemporâneo.

 

04/11/2017 – Curso de imersão parte II – Curso com Marcelo Carcanholo (UFF): Superexploração da força de trabalho

O último tópico do minicurso objetiva um maior aprofundamento no debate a respeito de uma das categorias centrais da TMD, a superexploração da força de trabalho. Pretende-se discutir a centralidade dessa categoria para a TMD, sua relação com a categoria de exploração em Marx e defender a necessidade do maior rigor possível no seu tratamento, sob pena de não entendimento do objetivo central da TMD, a dependência (e sua especificidade) dentro do capitalismo contemporâneo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *